Menu Principal

fecha o menu
Experiências exitosas de farmacêuticos no SUS

Notícias do CFF

CFF homenageia personalidades que se destacam pelos serviços prestados à profissão

Data: 17/03/2018

A maior honraria concedida pelo Conselho Federal de Farmácia (CFF), a Comenda do Mérito Farmacêutico, é entregue anualmente a profissionais de todas as unidades da federação para marcar o Dia Nacional do Farmacêutico, celebrado em 20 de janeiro. A solenidade ocorreu na noite desta sexta-feira, 16 de março, em Brasília. Na ocasião, os vencedores do Prêmio Jayme Torres 2017 também foram laureados. 

O presidente do CFF, Walter da Silva Jorge João, destacou que a profissão está em constante transformação, em constante movimento, e que a autoestima dos farmacêuticos está sempre melhor. "Temos conseguido lograr êxito, abrindo novas frentes de trabalho. E profissão que não tem mercado de trabalho, está fadada ao sepultamento. Não cabe aqui enumerar todas essas conquistas, mas nós temos a clareza e a certeza de que são muitas".

Walter Jorge João frisou, ainda, que a categoria está colocando em prática o significado da palavra união. "Foi necessário criarmos essa família farmacêutica trazendo uma palavra que é uma das mais importantes que temos quando se quer crescer, quando se quer avançar: que é a união. Conseguimos fazer com que o farmacêutico entendesse o significado dessa pequena palavra e isso é muito importante e necessário para que a gente nutra esse sentimento com muita sinceridade. Conclamo a cada um de vocês a sempre pensar nisso: o sucesso até hoje alcançado pela nossa categoria se deve exatamente a essa pequena palavra que só tem cinco letras: união", enfatiza.

COMENDA DO MÉRITO FARMACÊUTICO

O farmacêutico mineiro Mário Borges discursou em nome de todos os homenageados. Ele iniciou sua fala dizendo que não é fácil ser farmacêutico, mas que o campo tem avançado muito, lembrando que quando se formou, em 1982, haviam apenas duas opções: Análises Clínicas ou Indústria. “Hoje nós temos uma ampla gama de áreas de atuação e a profissão está sendo reconhecida pela população. Avançamos muito e desde 2014 a farmácia é reconhecida como um estabelecimento de saúde”.



O orador ressaltou que o Conselho Federal tem trabalhado muito e que o reconhecimento da população é o que vai fazer com que a profissão cresça cada vez mais. “Eu tenho trabalhado com gerenciamento de risco, com erros de medicação e, por incrível que pareça, quando eu comecei no Comitê de Segurança do Paciente, eu fui escolhido para escrever o protocolo de uso de medicamentos. Isso, se fosse feito há dez anos, nunca aconteceria, seria um médico ou enfermeiro que faria. Então, está sendo reconhecido o nosso papel”, explanou Borges.

Mário Borges enfatizou o orgulho de receber a Comenda e disse que, pelo currículo dos 27 agraciados, pode-se perceber o quão forte é a profissão, eclética e ampla. “A população precisa de nós. Isso eu sinto no hospital onde eu trabalho. Os pacientes precisam de nós. Eles pedem a nossa assistência e o nosso conhecimento. E nós precisamos estar mais perto dos pacientes”, finalizou.

Cada homenageado recebeu a medalha das mãos do conselheiro federal de Farmácia, responsável pela indicação, e do presidente ou representante do Conselho Regional de Farmácia (CRF) de seu estado. A entrega foi acompanhada pelos diretores do CFF, Dr. Walter Jorge João (presidente), Dra. Lenira da Silva Costa (vice-presidente), Dr. Erlandson Uchoa Lacerda (secretário-geral) e Dr. João Samuel de Morais Meira (tesoureiro).

HOMENAGEADOS

Doutora Rejane Vieira dos Santos (AC) - (in memorian)
Doutor Ademar Solon Junior (AL)
Professora Rossicléia Lins Monte (AM)
Professora Doutora Marilda de Souza Gonçalves (BA)
Doutora Francisca Miranda Lustosa (CE)
Doutor Clóvis de Cerqueira Netto Júnior (DF)
Doutora Monalisa Quintão Chambella (ES)
Professor Doutor Renzo Freire de Almeida (GO)
Professor Luiz Fernando Ramos Ferreira (MA)
Professor Ednaldo Anthony Jesus e Silva (MT)
Professora Doutora Maria Elizabeth Moraes Cavalheiros Dorval (MS)
Doutor Mário Borges Rosa (MG)
Doutora Daysiane dos Santos Lobato (PA)
Doutora Cila Estrela Gadelha de Queiroga (PB)
Doutora Célia Fagundes da Cruz (PR)
Professora Silvana Cabral Maggi (PE)
Doutor Osvaldo Fonfim de Carvalho (PI)
Doutora Aline Coppola Napp (RJ)
Doutora Maria Goretti Lins de Queiroz (RN)
Professor Doutor William Peres (RS)
Doutor Samuel Alvarenga Gonçalves (RO)
Professor Adônis Mota Cavalcante (RR)
Professora Doutora Maria Elizabeth Menezes (SC)
Doutor Agenor Giuliette Júnior (SP)
Professora Doutora Francilene Amaral da Silva (SE)
Doutor Vidal Gonzalez Mateos Júnior (TO)

Acesse o perfil dos homenageados.


PRÊMIO JAYME TORRES

O Prêmio Jayme Torres 2017 lançou o tema “Serviços farmacêuticos diretamente destinados ao paciente, à família e à comunidade” e teve como trabalho vencedor, na Categoria Farmacêutico, o relato da Dra. Aline de Fátima Bonetti, com o trabalho “Impacto do serviço de revisão da farmacoterapia e aconselhamento de alta em unidades de cardiologia: um ensaio controlado randomizado”. Um cheque no valor de R$ 6.000,00 (seis mil reais), certificado e troféu foram concedidos à vencedora.



O segundo lugar, na Categoria Farmacêutico, foi o texto enviado pelo Dr. Iwyson Henrique Fernandes da Costa, intitulado "Serviços farmacêuticos destinados ao paciente transplantado renal: da beira do leito ao ambulatório pós-transplante – a experiência do Ceará". O profissional recebeu do CFF um cheque no valor de R$ 4.000,00 (quatro mil reais), certificado e troféu.



Na Categoria Estudante de Farmácia, quem se destacou e levou a premiação foi a acadêmica Andressa Dias da Silva. "Projeto bate coração e as aventuras de Gabi: um relato de experiência de educação em saúde promovido por acadêmicos de Farmácia" foi o título dado por Andressa à sua experiência. A conquista do primeiro lugar no Prêmio Jayme Torres 2017, Categoria Estudante, rendeu à acadêmica um cheque no valor de R$ 4.000,00 (quatro mil reais), certificado e troféu oferecidos pelo CFF.



Criado pelo Conselho Federal de Farmácia, em 2002, o Prêmio é anual e tem como objetivo incentivar a pesquisa científica entre farmacêuticos e acadêmicos de Farmácia e a produção de artigos técnicos e científicos. Também é realizado no intuito de identificar, reconhecer e difundir experiências que melhorem as condições de saúde da comunidade. O nome foi dado em homenagem a um dos fundadores e primeiro presidente do CFF, o Dr. Jayme Torres.

HOMENAGEM PÓSTUMA

O professor Gustavo Baptista Éboli, falecido em outubro de 2017, também recebeu homenagem póstuma da Ordem do Mérito Farmacêutico do Conselho Federal de Farmácia, em reconhecimento pelo conjunto de sua obra. Ele graduou-se em Farmácia e em Direito pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), era especialista em Análises Clínicas pela Sociedade Brasileira de Análises Clínicas (SBAC). Atuou como professor da Universidade de Caxias do Sul (UCS) e também da UFRGS.

Se destacou como gestor e líder profissional, ocupando vários cargos, como chefe do Departamento de Ciências Morfológicas e vice-diretor do Instituto de Biocências da UFRGS, presidente da Federação Pan-Americana de Farmácia (Fepafar), presidente da Associação Internacional de Farmacêuticos de Países de Língua Portuguesa (AFPLP), presidente do Conselho Federal de Farmácia, presidente do Conselho Regional de Farmácia do Rio Grande do Sul (CRF-RS) e presidente da Associação dos Farmacêuticos-Químicos do Rio Grande do Sul. Dr. Éboli dá nome ao Diretório Acadêmico do Curso de Farmácia da UCS. Também, em demonstração de reconhecimento pelo seu trabalho, ele foi homenageado, em vida, com a Ordem do Mérito Farmacêutico pelo CFF.

Desde 2002, Dr. Gustavo Éboli presidia a Comissão de Divulgação e Publicidade do CFF, responsável por organizar o Prêmio Jayme Torres.

Acesse aqui e leia os trabalhos vencedores desta e de outras edições.

Fonte: Comunicação do CFF

Fotos Relacionadas

TV CFF















Newsletter

Cadastre-se em nossa newsletter para receber notícias direto no seu e-mail



Copyright © 2008 Conselho Federal de Farmácia - CFF. Todos os direitos reservados.

SHIS QI 15 Lote L - Lago Sul / Brasília - DF - Brasil - CEP: 71635-615

Localização

Fone: (61) 3878-8700