Menu Principal

fecha o menu
Experiências exitosas de farmacêuticos no SUS

Notícias do CFF

Cuidado Farmacêutico no SUS, um ano depois: 25 polos, 1.323 participantes, 1.967 atendimentos farmacêuticos

Data: 18/09/2018

Foi em agosto de 2017, em Minas Gerais, a solenidade de abertura das capacitações do curso "Cuidado Farmacêutico no SUS - Capacitação em Serviços”. Inédito na história do conselho, o curso já é uma realidade em várias cidades do país e tem como objetivo final a implantação do cuidado farmacêutico em unidades básicas de saúde pública.

“Já não me refiro mais à atividade como um projeto. Ele se tornou uma realidade e vem transformando a saúde pública de várias cidades Brasil afora”, explica Valmir de Santi, coordenador do curso.

Elaborado pelo Grupo de Trabalho sobre saúde pública/CFF, a capacitação, atualmente, tem carga horária de 96 horas, distribuídas em 6 módulos presenciais de 16 horas. E durante a realização do curso, os alunos têm o acompanhamento, online, de tutores, a fim de fornecer suporte técnico. E esses tutores são profissionais com experiência na área de gestão da assistência farmacêutica e ao processo de cuidado farmacêutico para implantação do serviço.

O primeiro módulo, de introdução, tem como conteúdo o arcabouço conceitual, marcos legais, métodos e instrumentos e legislação como a Política Nacional de Segurança do Paciente. Os outros módulos são de temas específicos como: Problemas de saúde autolimitados; Hipertensão Arterial Sistêmica; Diabetes mellitus tipo 1 e 2; Fitoterápicos; e Saúde Mental.

Após o término do curso, que dura oito meses, os farmacêuticos estão aptos a atuar de forma integrada às equipes de saúde ofertando serviços como acompanhamento a pacientes com hipertensão, diabetes e doenças mentais. Os profissionais também estão sendo capacitados para a inserção da fitoterapia no arsenal terapêutico destinado aos usuários do SUS. Nos locais onde a prática integrativa já utilizada, eles reforçam o grupo responsável pela prescrição e acompanhamento do uso de fitoterápicos.

Para o presidente do CFF, Dr. Walter Jorge João, o curso já vem apresentando, de fato, em um impacto positivo na valorização do profissional pelo setor público, bem como na qualidade da assistência à saúde prestada ao usuário do SUS nos municípios contemplados. Ao todo, já foram registrados, pelos tutores, 1967 atendimentos farmacêuticos prestados por profissionais que passaram pelo curso.

“O curso Cuidado farmacêutico no SUS, em sua primeira edição, permitiu que muitos colegas farmacêuticos implantassem serviços clínicos em seus locais de trabalho. Trata-se de um curso teórico-prático o qual possibilita que o farmacêutico aprimore seus conhecimentos e desenvolva habilidades e atitudes para exercer a clínica. É muito gratificante ver que muitos cenários de atuação, em especial na Atenção Primária, contam hoje com a presença de um farmacêutico clínico capacitado”, disse Aline Bonetti, coordenadora de tutoria do curso.

SEGUNDA ETAPA – em abril de 2018, o CFF deu mais um importante passo para que os farmacêuticos, a exemplo do que já vem ocorrendo em grande parte das farmácias privadas brasileiras, possam, de fato, cumprir o seu papel no cuidado à saúde das pessoas: com o lançamento da segunda etapa do Projeto Cuidado Farmacêutico no SUS.

Na época, o presidente do CFF lembrou que o curso, juntamente com a atualização da antiga tabela SIA/SUS, atual SIGTAP (viabilizada a partir de reivindicações do CFF ao Ministério da Saúde), tem contribuído para abrir as portas da rede pública para novas contratações de farmacêuticos. “O Projeto Cuidado Farmacêutico no SUS viabiliza as condições para que o município possa ampliar a injeção de recursos federais na assistência à saúde municipal”, observou o presidente do CFF.

O Projeto Cuidado Farmacêutico no SUS já começou a transformar o cenário nas unidades básicas de saúde dos municípios onde foi implantado. “Os números nos dão a certeza de que estamos suprindo uma necessidade que há tempos era demandada. A população carece dos serviços que o farmacêutico pode e já vem prestando no SUS, seja facilitando o acesso orientado à medicamentos, até organizando toda a gestão do medicamento no âmbito da saúde pública”, comenta Walleri Reis, coordenadora pedagógica do curso.

 

NÚMEROS: Total: 25 polos, 37 turmas, 1.323 participantes

CIDADE/POLO  TURMAS SITUAÇÃO   N. DE ALUNOS  
 Aracaju 1 encerrado 81
Belo Horizonte  1 encerrado 68
Boa Vista 1 encerrado 43
Campo Grande  1 encerrado 86
Chapecó 1 aberto 28
Criciúma 1 encerrado 44
Goiânia 1 encerrado 47
Guarulhos 1 encerrado 79
Maceió 1 encerrado 69
Manaus 1 aberto 75
Rio de Janeiro 1 aberto 28
Toledo 1 encerrado 39
V da Conquista 1 encerrado 53
Recife 2 aberto  27
Serra Talhada 2 aberto 18
Belém 2 aberto 141
Foz do Iguaçu 2 aberto 44
Dourados 2 aberto 45
Palmas 2 aberto 25
Juazeiro 2 aberto 50
Sobral 2 aberto 39
Ponta Grossa 2 aberto 49
João Pessoa 2 aberto 65
Goiânia 2 aberto 57
Fortaleza 2 aberto 23

 

      

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

       

Fonte: Comunicação
Autor: CFF

Fotos Relacionadas

TV CFF















Newsletter

Cadastre-se em nossa newsletter para receber notícias direto no seu e-mail



Copyright © 2008 Conselho Federal de Farmácia - CFF. Todos os direitos reservados.

SHIS QI 15 Lote L - Lago Sul / Brasília - DF - Brasil - CEP: 71635-615

Localização

Fone: (61) 3878-8700